Pular para o conteúdo principal

QUANDO SE ACENDE O FOGO OU AO ABRIR PORTA...- MATTHIEU RICARD



"Quando se acende o fogo, deseja-se:'Que todas as emoções negativas dos seres humanos sejam queimadas'; ao abrir uma porta,'Que a porta da libertação se abra para todos os seres'...(Matthieu Ricard)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MATTHIEU RICARD: "CRIAR UMA CASA TRANQUILA, A SOPRAR EXTERNAMENTE E INTERNAMENTE"

MATTHIEU RICARD: "CRIAR UMA CASA TRANQUILA, A SOPRAR EXTERNAMENTE E INTERNAMENTE""Idealmente, nós podemos praticar a meditação em todos os lugares, em todas as circunstâncias, em todos os lugares"Autor, cientista, fotógrafo e monge budista estabelecida no Nepal, Matthieu Ricard foi visitar Paris em 27 de abril para apresentar o seu mais recente livro, Ode to Beauty / An Ode to Beauty(co-publicado YellowKorner / La Martinière). Com mais de 180 fotografias, esta coleção combina retratos de grandes mestres espirituais, rostos sorridentes de crianças, monastério tibetano fora da névoa como uma pintura, cenário espectacular da montanha e céu tempestuoso. Este livro é um testemunho maravilhoso para o compromisso do autor para os povos do Himalaia, e sua sensibilidade à natureza. Meditação, bem-estar, a melhoria home ... é generoso e de alta disponibilidade que Matthieu Ricard respondeu às nossas perguntas.

Matthieu Ricard, você presentes hoje Hino à Beleza / An Ode à bele…

A NATUREZA DO EU - MATTHIEU RICARD

A Natureza do Eu
Mathieu Ricard
Reencarnação Antes de mais nada, é preciso entender bem que, no budismo, o que se chama de reencarnação não tem nada a ver com a transmigração de uma ‘entidade’ qualquer… Enquanto se raciocinar em termos de entidades e não de função, de continuidade, o conceito budista de renascimento não poderá ser compreendido. […] Uma vez que o budismo nega a existência de um ‘eu’ individual, concebido como uma entidade separada que transmigraria de existência em existência e passaria de corpo para corpo, podemos nos perguntar o que é que liga esses estados sucessivos de existência… Trata-se de um continuum, um fluxo de consciência que se perpetua, sem que exista uma entidade fixa e autônoma que o percorra. Pode-se comparar isso a um rio sem nenhuma barca que desce o curso ou à chama de uma lamparina que acende uma segunda lamparina, a qual acende uma terceira lamparina e assim por diante: no fim dessa cadeia, a chama não é nem a mesma nem diferente. […] Consciência Individ…

BONDADE ORIGINAL, E NÃO PECADO ORIGINAL - MATTHIEU RICARD

BONDADE ORIGINAL, E NÃO PECADO ORIGINAL


Mathieu concluiu:
— Em um de seus artigos, Owen mencionou um filósofo segundo o qual durante toda a história da humanidade talvez não tenha existido ninguém que tenha sido verdadeiramente feliz e bom. O budismo oferece outra perspectiva. A palavra tibetana que designa o estado búdico tem duas sílabas: sang, que se refere a quem conseguiu desenvolver todas as excelências possíveis, como a luz que substitui as travas. Esse estado búdico é a bondade suprema, a verdadeira realização da bondade no núcleo fundamental da consciência. Já que o potencial para a realização do estado búdico está presente em todos os seres sencientes, o método budista está, portanto, mais próximo da idéia de bondade original do que de idéia de pecado original. Essa bondade primordial, a natureza búdica, é a natureza suprema da mente. Diz-se que estado de percepção está destituído de emoções negativas e, consequentemente, de sofrimento. Essa percepção é impossível? Em resposta…